segunda-feira, 21 de maio de 2018

Os Doze Trabalhos (Missão dos Signos)


   ...E naquela manhã Deus compareceu ante suas doze crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida humana. Uma por uma, cada criança deu um passo à frente para receber o dom e a função que lhe cabia.
    
  "Para ti, Áries, dou a primeira semente, para que tenhas a honra de plantá-la. Para cada semente que plantares, mais outro milhão de sementes se multiplicará em suas mãos; não terás tempo de ver a semente crescer, pois tudo o que plantares criará cada vez mais e mais para ser plantado. Tu serás o primeiro a penetrar o solo da mente humana levando Minha Idéia. Mas não cabe a ti alimentar e cuidar dessa idéia, nem a questionar. Tua vida é ação, e a única ação que te atribuo é a de dar o passo inicial para tornar os homens conscientes da Criação. Por este trabalho, Eu te concedo a virtude do Respeito por Si Mesmo”.
 "Silenciosamente, Áries retornou a seu lugar"

  "Touro: a ti Eu dou o poder de transformar a semente em substância. Grande é a tua tarefa, e requer paciência; pois tens que terminar tudo que foi começado, para que as sementes não sejam dispersadas pelo vento. Não deves, assim, questionar; também não deves mudar de idéia no meio do caminho, nem depender dos outros para a execução do que te peço. Para isso, Eu te concedo o dom da Força. Trata de usá-la sabiamente!"
"E Touro voltou a seu lugar"

      "A ti, Gêmeos, Eu dou as perguntas sem respostas, para que possas levar a todos um entendimento daquilo que o homem vê ao seu redor. 
Tu nunca saberás por que os homens falam ou escutam, mas em tua busca pela resposta encontrarás o Meu dom, reservado a ti: Conhecimento.
"E Gêmeos voltou ao seu lugar"

    "A ti, Câncer, a atribuo a tarefa de ensinar aos homens a emoção. Minha Idéia é que provoque neles risos e lágrimas, de modo que tudo o que eles vejam e sintam desenvolva uma plenitude desde dentro.
Para ti, Eu te dou o dom da Família, para que tua plenitude possa se multiplicar."
 "E Câncer voltou ao seu lugar"

     "A ti, Leão, atribuo a tarefa de exibir ao mundo Minha Criação em todo o seu esplendor. Mas deves ter cuidado com o orgulho, e sempre lembrar que é Minha a Criação, e não tua. 
Se o esqueceres, serás desprezado pelos homens. Há muita alegria em teu trabalho; basta fazê-lo bem. Para isso Eu te concedo o dom da Honra".
"E Leão voltou ao seu lugar"

     "A ti Virgem", peço que empreendas um exame de tudo o que os homens fizeram com a Minha Criação. Terás que observar com perspicácia os caminhos que percorrem, e lembrá-los de seus erros, de modo que através de ti Minha Criação possa ser aperfeiçoada. 
Para que assim o faças, Eu te concedo o dom da Pureza."
"Virgem retornou ao seu lugar"

     "A ti, Libra, dou a missão de servir, para que o homem esteja ciente dos seus deveres para com os outros; para que ele possa aprender a cooperação, assim como a habilidade de refletir o outro lado de suas ações.
Hei de te levar onde quer que haja discórdia, e por teus esforços te concederei o dom do Amor".
"E Libra voltou ao seu lugar"

      "A ti, Escorpião darei uma tarefa muito difícil. Terás a habilidade de conhecer a mente dos homens, mas não te darei a permissão de falar sobre o que aprenderes. Muitas vezes te sentirás ferido por aquilo que vês, e em tua dor te voltarás contra Mim, esquecendo que não sou Eu, mas a perversão de Minha Idéia, o que te faz sofrer. Verás tanto e tanto do homem enquanto animal, e lutarás tanto com os instintos em ti mesmo, que perderás o teu caminho; mas quando finalmente voltares, terei para ti o dom supremo da Finalidade.
"E Escorpião voltou ao seu lugar"
      
"A ti, Sagitário, Eu peço que faças os homens rirem, pois entre as distorções da Minha Idéia eles se tornam amargos. Através do riso darás ao homem a esperança, e por ela voltarás seus olhos novamente para Mim. Chegarás a ter muitas vidas, ainda que só por um momento; e em cada vida que atingires, conhecerás a inquietação. A ti, Sagitário darei o dom da Infinita Abundância, para que te possas expandir o bastante até atingir cada recanto onde haja escuridão, e levar aí a luz."
"E Sagitário voltou ao seu lugar"
 
     "De ti, Capricórnio, quero o suor da tua fronte, para que possas ensinar aos homens o trabalho.

Não é fácil tua tarefa, pois sentirás todo o labor dos homens sobre teus ombros; mas, pelo jugo te tua carga, te concedo o dom da Responsabilidade".
"E Capricórnio voltou ao seu lugar"

      "A ti, Aquário, dou o conceito de futuro, para que através de ti o homem possa ver outras possibilidades. Terá a dor da solidão, pois não te permito personalizar o Meu amor. 
Para que possas voltar os olhares humanos em direção a novas possibilidades, Eu te concedo o dom da Liberdade, de modo que, livre, possas continuar a servir a humanidade onde quer que ela esteja."
"E Aquário voltou ao seu lugar"

      "A ti, Peixes, dou a mais difícil de todas as tarefas. Peço-te que reúnas todas as tristezas dos homens e as traga de volta para Mim. Tuas lágrimas serão, no fundo, Minhas lágrimas. A tristeza e o padecimento que terás de absorver são os efeitos das distorções impostas pelo homem à Minha Idéia, mas cabe a ti levar até eles a compaixão, para que possam tentar de novo. Por esta tarefa, Eu te concedo o dom mais alto de todos: tu serás o único de Meus doze filhos que Me compreenderás. Mas este dom do Entendimento é só para ti Peixes, pois quando tentares difundi-los entre os homens eles não te escutarão."
"E Peixes voltou ao seu lugar"

      ... Então Deus disse: “Cada um de vocês tem uma parte de Minha Idéia. Vocês não podem confundir nenhuma parte de Minha Idéia nem devem desejar trocá-las entre si. Pois cada um de vocês é perfeito, mas vocês não saberão disto até que todos os doze sejam Um. Pois então o todo da Minha Idéia será revelado a cada um.”     
E as crianças saíram, cada uma determinada a fazer seu trabalho o melhor possível, para que pudessem receber sua dádiva. Mas, nenhuma compreendeu inteiramente sua tarefa ou sua dádiva e quando voltaram confusas Deus disse: “Cada uma de vocês acredita que as dádivas dos outros são melhores. Portanto, permitirei que vocês as troquem.” Naquele momento cada criança ficou exultante ao considerar todas as possibilidades de sua nova missão.
 Mas Deus sorriu quando disse: “Vocês voltarão a Mim muitas vezes pedindo para serem dispensados de sua missão, e cada vez Eu concederei a vocês seus desejos. Vocês irão por incontáveis encanações antes de completarem a missão original que lhes determinei. Eu lhes dou um tempo incontável para fazê-la, mas somente quando ela estiver feita, vocês poderão estar Comigo”.

Alegoria de autoria do astrólogo inglês Martin Schulman (Karmic Astrology: the Moon’s Nodes and Reincarnation, 1977).

Bem vindo. Seja um assinante e receba as novidades em primeiro lugar.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esse blog é ligado a

Quem sou

Minha foto

Descobri cedo o caminho do autoconhecimento e a partir da adolescência direcionei o foco dos meus estudos para essa autodescoberta. Dissequei a mim mesma em busca de respostas estudando diversas matérias, que entendi serem totalmente interligadas.
Com a Arithmologia venho me aprofundando em técnicas de respiração, meditação, cromoterapia, cinesiologia, e tecnologia espiritual. Desenvolvi a Arithmognose Terapêutica: o cuidado consigo e com os outros, através do conhecimento e essência dos Arithmos (números) pessoais.
Graduada em Direito, mas trabalhando com Consultoria, Coaching e Aconselhamento Metafísico a distância, tenho como objetivo esclarecer e motivar o cliente/coachee para que este possa perceber e/ou experimentar uma conscientização das potencialidades inerentes em si que repercutem diretamente em suas ações.

Google+ Followers

Direitos de Autoria

Os textos deste blog têm autoria.

Caso queira fazer uso, por favor, cite a fonte.

Obrigado!