quarta-feira, 14 de novembro de 2007

O ANO DA FORTUNA

O ano de 2008 está sob a égide do Atout X – A Fortuna.
Este Atout regerá a partir do dia 1° de Janeiro até o dia 31 de Dezembro de 2008, contudo sua influência será manifestada mais intensamente a partir do Equinócio de Outono, 21 de Março.


TENDÊNCIAS BÁSICAS


Os aspectos conferidos pela Fortuna são definitivos e sem concessões.
No Ano de 2008 haverá uma necessidade integral em dar continuidade ao trabalho anterior realizado sob a égide do Eremita, o nosso Guia Interior, tipificado pelas nossas faculdades perceptivas. A reintegração e harmonização realizada com seu Interior devem agora ser estabelecidas de uma forma clara e concisa no plano da manifestação, ou seja, nas ações[1] diárias, com o principal intuito de expansão por meio da discriminação obtida com longo esforço durante os últimos 09 anos do ciclo precedente. As necessidades que foram alinhadas em 2007 devem ser realizadas definitivamente como meio e conduta de vida em 2008.
O Ano da Fortuna será estabelecido no contexto individual, pela criatividade e ativação a serem colocados em prática nos projetos de vida, seja nos planos material, mental, emocional e espiritual. Essa energia é gerada com o propósito de progresso a fim de oferecer sustentação e autoconfiança na vida do consulente.
No plano coletivo denota os valores saudáveis de autoridade, fé e justiça que estão vinculados a outros três Atouts[2]. Estes devem ser interagidos constantemente no trato social, principalmente nas vertentes do trabalho, família e por que não religião.
Por exemplo, a autoridade ou hierarquia que é um dos principais aspectos de Júpiter[3] pode beneficiar a todo sistemas de leis e de organização social, principalmente as entidades públicas em questão, com o julgamento claro e justo dado a assuntos que envolvam liberdade de expressão e também a filosofia, educação e religião.
Caso não sejam trabalhados tais aspectos, inevitavelmente existirá um enorme egocentrismo, aplicando de forma equivocada a Autoridade, tornando-a tirânica e fria. Desta forma, seja um individuo ou uma instituição estará fadada a se fechar rigidamente dentro dos seus próprios dogmas pessoais ou coletivos. E como podemos constatar na história universal e em nosso cotidiano, este tipo de postura jamais dará certo, e assim a fatalidade será inevitável.


PALAVRAS CHAVE

Aspecto favorável: Boa fortuna, sucesso, sorte inesperada, expansão, criatividade, honra, viagem, prece, fé, felicidade e destino.

Aspecto desfavorável: Corrupção, futilidade, vulnerabilidade, insegurança, frigidez, egocentrismo, tirania, tristeza e arbitrariedade compulsiva.


INFLUÊNCIAS

Economia, Trabalho e Finanças

Na economia, como previsto em 2007, houve uma valorização do Real frente ao Dólar, e assim continuará e de forma mais dinâmica. Novamente registro aqui, existe uma alquimia do elemento regente de 2007 (Mercúrio/Virgem/Eremita) com determinados metais, contudo, 1 & 0 também estão contidos na Arithmologia do Real, pois estes dois arithmos formam a Fortuna, a Ativação por meio da Expansão. O Um Inicia enquanto o Zero se expande continuamente, e isso comprova a solidez do mote[4], dado a moeda. Esta valorização pode chegar a níveis preocupantes para os exportadores e mesmo ao governo americano. Preparem-se, para um Real Forte, Vigoroso e Respeitado.
Haverá um corte maior em alguns tributos, mas o processo de redução acentuada se dará no segundo trimestre, quando ocorrerá uma enorme pressão de algumas instituições poderosas a fim de consolidar um mercado interno como principal alternativa de lucro e rentabilidade, ainda que seja em médio prazo em termos de economia nacional.
Para o individuo, abra uma poupança ou aplique seus negócios em condições extremamente seguras, pois a Fortuna tem a capacidade de destruição daquilo que é instável em ‘questões de segundos’. Os ganhos podem ser alternados, mas elaborando uma via concreta das finanças, ela terá força suficiente para superar momentos de instabilidade que ainda continuarão em 2008, principalmente para o Primeiro Semestre.
Conquiste sua autonomia financeira este ano, é propício quanto às influências.

Política

No ano da Ativação, regido pelo arithmo 1, existe uma forte tendência a emancipação de conduta e de cargos. Uma autonomia é participativa e almejada, pois uma postura de destaque e segura fortalecerá as formas de diálogo e acordos. Estes, porém serão taxativos e determinantes em qualquer empreendimento a ser realizado.
Os Três Poderes serão ao mesmo tempo beneficiados e execrados através de determinados agentes atuantes em seus próprios círculos, e isto poderá causar um sério abalo nas suas estruturas frente à nação. O benefício em si, levará a execração, pois o que já veio à tona se tornará amplamente visível, sem mais qualquer chance de intervenção ou abafamento e os casos que ainda conseguiram ser guardados a todo custo inexplicavelmente surgirão por meios estranhos, que a princípio os seus ‘adeptos’ não conseguirão reparar, e sendo assim será tarde demais para qualquer desculpa. Dos Três Poderes, o que revelará maiores surpresas, com certeza, nada boas, será o Judiciário, pois Júpiter rege a Magistratura e o Direito. Diversos cargos de confiança e de grande responsabilidade serão afetados pela corrupção não passiva, mas ativa como determina o Ano da Fortuna. Estes levarão a um centro ou pólo, através de uma cadeia ‘interminável’ e que perduram décadas, ao atual governo federal.
Mais corrupção, diferentemente do Ano do Eremita, elas serão bombásticas e altamente devastadoras. Quem sofrerá com isso, de certa forma, não será a população, mas as altas hierarquias, sem exceção, sejam governamentais e institucionais, do menor ao maior, nada resistirá a Senhora do Destino.
O processo legislativo sofrerá pressões, porque não cederam às necessidades de limpeza e dinamização de suas leis, assim, um grave problema vai surgir entre suas paredes, ainda que não venha como grande escândalo, possivelmente virá como uma primeira ruptura das falsas conveniências existentes em seu meio.
A política como um todo deve estar em constante crise no Ano da Fortuna, no entanto, como Júpiter está exaltado em Touro, denota uma continua e metódica elaboração do ano precedente, dando forma e testando o valor prático das idéias e ideal já existente. Isso pode ‘salvar’ alguns navegantes da velha escola política, mas com certeza será o meio do naufrágio de muitos conchavos.
Após a tempestade que vai chegar algo novo surgirá, mas infelizmente ainda não será percebido pela população, só no final de 2008 e início de 2009 que será regido pela Luxuria este ‘algo’ será compreendido.

Global

Uma nova perspectiva surgirá no cenário do meio ambiente, propiciando acordos que serão importantíssimos, talvez inicialmente não promissores, mas que terá resultados para os próximos três anos, culminado uma participação efetiva, e diríamos até surpreendente de países que naquele período estarão desesperados para resgatar a sua auto-imagem do que fizeram de 2008 até 2011.
No caso do Brasil, o próximo governo será mais ativo neste compromisso ambiental, fornecendo mesmo apoio e até cargos estratégicos para uma cooperação entre técnicos, amigos da natureza e algumas instituições que estão hoje em desuso ou adormecidas.
O Plano Ambiental Mundial em 2008 será desafiador e estimulante, ainda que haja algumas interferências de multinacionais, algumas encobrem seus governos, mas que levará de uma forma ou de outra para uma ‘cooperação forçada’ nos próximos três anos, como dito acima, e estabelecendo um objetivo mais prático, mesmo que não seja ‘milagroso’, contudo importante como um passo realmente concreto, mas isto será em 2012.
Algumas instituições ligadas ao meio ambiente e sua preservação passarão dificuldades no Brasil, principalmente as ligadas a Mata Atlântica, mas de alguma forma, haverá uma ajuda forte e oculta, talvez algum setor que não vai querer ser identificado, que salvará literalmente de um fracasso que anda beirando as suas portas.
O trabalho conseqüente de uma conscientização começará a dar frutos, será mais visível no final de 2008, quando houver a influencia do próximo Atout.

Relacionamento

No Ano da Fortuna continua o processo de auto-avaliação estabelecendo a integridade e honestidade para consigo mesmo.
Relações com bases inseguras e acomodadas serão sacudidas pelo movimento da Roda, portanto será exigido da relação um acerto de contas a fim de estabilizá-la ou terminá-la. O respeito à individualidade que é uma marca do arithmo 1 será amplamente focado, enquanto que a parceria que é atribuído ao 2 (2 00 8) é o outro lado da história, e um dos seus princípios utilizados em qualquer tipo de relacionamento, seja familiar, social ou íntimo é a cumplicidade, em diversos níveis, de maneira saudável e bem equilibrada.
O momento para não estabelecer sociedades passou, este foi um dos aspectos marcantes de 2007, mesmo assim, para que haja um bom acordo para ambos os lados deve haver clareza e objetividade.
A Fortuna nos pede discriminação o tempo todo, evitando maiores complicações nas ações com o outro, isto está muito enfatizado no arithmo 8, cujo atributo é a Recompensa, ou seja, neste setor, confere a solução de problemas no campo emocional através de veículos preparados[5] para intervir de modo salutar no desenvolvimento interno da pessoa.
Estabilizando o plano emocional e conseqüentemente o psíquico, o processo que a Fortuna desenvolve para 2008 é a total honestidade na procura do seu maior parceiro, o seu Eu.

Saúde

Será um ano que se deverá buscar mais intensamente do que em 2007, o equilíbrio emocional e psíquico a fim de adquirir bons resultados na vitalidade do corpo físico e seus órgãos como um todo. O aspecto desequilibrado para 2008 levará a excessos, e o seu carro chefe é a ansiedade. Esta levará a fadiga, problemas circulatórios e a extremos, como por exemplo, desde uma anorexia até uma obesidade mórbida.
Uma enorme carga de problemas no campo emocional vai gerar doenças psicossomáticas que se não forem tratadas adequadamente através de terapias energéticas e mesmo por bons profissionais na área médica, podem gerar graves distúrbios orgânicos, e neste caso o fígado, que é regido por Júpiter, pode ser um dos primeiros órgãos a ser atingido.
Uma boa caminhada, respiração correta, alimentação balanceada e um pouco de relaxamento, mesmo que por apenas 15 minutos todos os dias, podem ajudar bastante a revitalizar qualquer tipo de dificuldade que possa surgir no decorrer do processo, de preferência sozinho, respeitando o seu momento e sua individualidade, procurando se autoconhecer constantemente, não apenas espiritualmente, mas como um todo, mente sã e corpo são, este será o lema da Fortuna, pois ela é a Imperatriz do Mundo, da Terra, sua Casa.


Que este ano seja repleto de satisfação a todos que tiverem a Fortuna como um excelente parâmetro para a busca pelo auto-conhecimento.


Notas:

[1] Em sânscrito, Ação significa Karma.
[2] Autoridade = Imperador (Atout IV); Fé = Papisa (Atout II) & Justiça (Atout VIII).
[3] Júpiter no mito Romano assim como no panteão Grego simboliza Poder através da Autoridade/Hierarquia, e para que se tenha um aspecto positivo com esta Autoridade é necessário saber servir para depois comandar.
[4] Observando através de um dos sistemas de Arithmologia, chamado Gematria, o valor numérico do Real é 231. 200 é equivalente a Resh, a consciência, no alfabeto aramaico é atribuída ao [Sol], 30 que é Lamed é a própria expansão ou ação da Lei com a Justiça [Libra], e o 1 que tipifica o Yod [Virgem], a semente de tudo, o processo de ativação.
[5] Neste caso os Terapeutas, principalmente na área das Terapias Energéticas, que devem ser extremamente competentes ao lidar com o outro. Veja para um maior esclarecimento a página representante da Tecnologia Espiritual no Brasil: http://www.spiritualtechnologybrasil.blogspot.com/


Cláudio Carvalho – 2007©
TECHNU® – Todos os direitos reservados.

2008 - UM ANO DEZ!!

Adeus ano velho, feliz ano novo...

A musiqueta tão cantada nos finais de ano cabe muito bem para esse período.
O ano 9, ano de se desfazer do que é velho, do que não serve mais. O ano do Velho Eremita está indo embora e na seqüência vem o Jovem ano 1, da ativação, do início, das novidades.
Devemos ficar atentos para um detalhe: 2008 é um ano DEZ!
Diferente de 1999, também ano 1, agora a influência das energias complementares – do 2 e do 8 – estão mais presentes, mais marcantes. Além disso, esse Ano Um vem acompanhado de Zeros. Aliás, os zeros aqui fazem a diferença...

O ZERO, na Arithmologia, é o símbolo máximo do Ovo Cósmico, o Vazio, o Nada, Fonte de toda a Real Espiritualidade. Um Zero entre os arithmos de uma pessoa denota os dotes interiores, a “bagagem” armazenada, pronta para usar, de todos os arithmos que se manifestarão de alguma maneira. O período que estamos vivenciando, de acordo com o Calendário Gregoriano (que vale para o mundo todo, pois foi adotado como calendário ‘comercial’ mesmo pelos países que usam outra contagem) está extremamente vinculado à Espiritualidade desde 2000. Infelizmente outros fatores fazem com que este vínculo seja muito deturpado pelas pessoas, dando ensejo a que ‘espertos’, equivocados, sem preparo, iludidos, carentes, etc, desenvolvam seitas e crenças que mais prejudicam que ajudam o processo de mudança.

2008 vem com essa característica bipolar: muito bom X muito ruim.
Como tudo em nosso mundo é dual, assim também as energias têm duas faces. De maneira bem sucinta podemos ver essas características da seguinte maneira:

Arithmo 0 (zero)
Aspecto positivo: Capacidade de manifestar dotes de sensibilidade, força, expressividade e intuição. Sempre tendo em vista um propósito mais elevado.
Aspecto negativo: Hipersensibilidade, nervosismo, obstinação e sarcasmo. Confusão interna que deixa a pessoa a mercê de emoções e intuições que podem acarretar neurose e paranóia.

Arithmo 1 (um)
Aspecto positivo: Criatividade em alta. Autoconfiança, ativação, potencial para canalizar alta energia.
Aspecto negativo:
Bloqueio, frustração, letargia, complexo de inferioridade, insegurança.

Arithmo 2 (dois)
Aspecto positivo: Sentido claro dos limites e fronteiras pessoais; sustento de si mesmo e de outros com equilíbrio. Domínio da situação, trocas emocionais, paz interior. Transformações.
Aspecto negativo: Resistência e reação ao mundo, início de relação excessivamente subserviente com posterior afastamento e revolta com a situação. Conflitos.

Arithmo 8 (oito)
Aspecto positivo: Apreço pela abundância sem excesso de futilidade. Influência desinteressada e sem abuso. Partilha de bênçãos generosas e sábias. Sucesso material. Agilidade.
Aspecto negativo: Perda do propósito mais elevado. Sentimento de solidão, marginalidade. Arrogância. Poder desmedido. Interferência mental – bloqueios gerados pela prudência excessiva. Bloqueio emocional. Estagnação.


2008/10
Um ano para iniciar a arrancada montanha acima. Se o trabalho de limpeza foi feito em 2007, será um ano promissor para o progresso.
O Um é a semente, o começo, quando a força da vida é auto-impelida ao novo. O início de um novo ciclo de nove anos onde as pessoas se sentirão compelidas a pensar em si mesmas e por si mesmas. E é o certo a fazer, pois o UM é a medida da Individualidade e o princípio da harmonia una.
Quando fiz o prognóstico para 2007, discorri sobre a Individualidade Responsável.
Nunca é demais repetir:
Não devemos confundir individualidade com egoísmo.
Indivíduo é a pessoa humana considerada em suas características particulares.
O indiviso – aquele ser que não é dividido.
“IN” como prefixo de negação sugere que o ser humano completo ou HOMEM não pode ser dividido em suas “partes”: Corpo, Mente/Emoção e Espírito são uma só Coisa.
O Indivíduo é responsável por suas palavras e ações.
O Indivíduo é consciente.


Dez é o símbolo da Totalidade. A Ação Criativa. O receptáculo de todos os arithmos primários, portanto celeste. Também é mundana, pois o mundo recebe as imagens vindas de outros planos de todos os arithmos divinos, dos quais ela participa.

2008 será um bom período para combinar o sucesso material/financeiro com a energia criativa. Sempre com humildade, pois a arrogância e a prepotência levam à falência uma hora qualquer, é inevitável. O Plano Material do Homem vai além do dinheiro que ganha ou dos bens que possui. Sua saúde física, sua casa, sua família, seu trabalho (não o emprego apenas), seus amigos... tudo isso faz parte do plano material.

A energia combinada do 28/10 proporciona um momento propício para solucionar problemas de poder, de autoridade e mesmo de saúde, pois um certo “poder de cura” leva aqueles que estiverem abertos à sensibilidade e à percepção dessa energia a saber intuitivamente para onde dirigir ou canalizar a energia vital e, automaticamente, saberão tomar a devida providência em cada situação.
Pelo lado negativo, essa combinação energética leva as pessoas a buscarem alguém em quem se apoiar, gerando dependência. Principalmente aquelas pessoas que não fazem um trabalho interno de autoconhecimento.

2008 será um bom período para colocar em ação aquelas idéias apenas conceitualizadas, os planos acalentados que nunca saíram da gaveta...
A energia do 1 (um) entre Janeiro e Agosto vai impulsionar as pessoas a concluir o que ficou pendente em 2007. A intensificação da atividade aumentará em Setembro/Outubro.

A mudança de atitude – da passividade para total atividade – serão questões-chaves neste ano de 2008. Porém a Paciência é fator imperativo! Pois se não tomar cuidado poderá ser atropelado pelos acontecimentos derivados das ações mal planejadas.

É lógico que existem diversos fatores que influenciam o caminho de cada um, porém de modo bastante resumido e genérico a influência da energia 10 será sentida:

­— Para quem tem o 1 como energia dominante 2008 focará os relacionamentos e os problemas emocionais. Para a maioria, as pessoas e experiências recém instigadas devem se solidificar. Para os demais é preciso aprender os detalhes dos novos interesses e funções. Não devem forçar o caminho ou perder a paciência com os íntimos, subordinados ou superiores. Ao fazer o trabalho correto o dinheiro aparece mais rápido, porém aos arrancos. Cuidado com os nervos.

— Para quem tem o 2 como energia dominante 2008 trará a hora de ver fruírem as idéias e investidas iniciadas dois anos antes. Para a maioria é uma mudança bem vinda em relação aos probleminhas, às demoras e preocupações emocionais. O ano oferece o aumento dos contatos sociais. É bom encontrar uma maneira de equilibrar o trabalho com o lazer, mesmo que seja apenas um bom livro em sua própria cama. Fazendo isto evitará que a ansiedade abra as portas para outras doenças como estresse e fobias.

— Para quem tem o 3 como energia dominante 2008 focará o trabalho. Para a maioria este será um ano bem terra, tornando possível corrigir os erros materiais cometidos nos últimos três anos. Para os demais, o ano se concentra em dobrar a impulsividade e prestar atenção à rotina básica. É ano de perseverar, poupar e acumular ativos. Os projetos já iniciados e quase esquecidos começarão a produzir recompensas materiais. Autodisciplina, moderação e resistência serão exigidas para aproveitar ao máximo as oportunidades deste ano. Arranje tempo para cuidar da saúde.

— Para quem tem o 4 como energia dominante é hora de fugir das rotinas desagradáveis. Para a maioria é época de cadência rápida que resulta em perspectivas mais amplas. Para os demais o ano se concentra em acomodar aquele sentimento indócil que não se consegue explicar. Será um ano energético, pra aprender com as experiências, descartar as velhas idéias e pensar em ver as metas de longo prazo sob um ângulo diferente do atual. É preciso levar em consideração as ambições materiais ao arriscar nova abordagem aos negócios, à casa e ao estilo de vida. Se for ‘casado’ espere um reavivar da sensualidade. Cuidado com a instabilidade de humor e os acidentes.

— Para quem tem o 5 como energia dominante 2008 será tempo de se concentrar nas responsabilidades da casa, da família e da comunidade, sem se esquecer de si mesmo, espere ser solicitado. Os compromissos assumidos, seja afetivo ou de trabalho, devem merecer prioridade.

— Para quem tem o 6 como energia dominante 2008 será um ano para descansar, refletir e analisar a melhor maneira de agir. Será propício a que se abandonem os sacrifícios – doméstico e emocional – já que o início do ano dará início a uma época de valores pessoais com enfoque na auto-análise. Para a maioria é ano lento, com demoras de comunicação, questões legais e sensações inesperadas de solidão. Lembra da paciência? Desenvolva-a. para os demais o ano se concentra num caminho de estudos especializados dentro do que decidiu fazer. Dinheiro e realizações práticas irão aparecer desde que não seja muito mutante ou agressivo.

— Para quem tem o 7 como energia dominante 2008 será um período frutífero. No início do ano várias idéias brotam e devem ser semeadas, pois a seguir se materializam várias opções idealizadas para exame da impraticidade ou não. As boas e práticas poderão ser postas em prática ainda no primeiro semestre. Na segunda metade do ano, se o trabalho for bem feito, a atividade se intensifica com colheita de dinheiro, contatos e parcerias influentes. Para a maioria as finanças melhoram e novas oportunidades surgem como resultado de projetos adiados. Lembrar de se ater aos detalhes e não esquecer o emocional em vista de tanto trabalho.

— Para quem tem o 8 como energia dominante 2008 continuará trazendo a energia de 2007 (um ano nove) – reflexão e avaliação ainda são necessárias. As mudanças necessárias têm que acontecer e não se deve ficar preso a antigas formas de conduta ou pensamento. O tempo deve ser gasto em melhorias dos relacionamentos que perduraram ou chegaram. Viagens estarão nos planos e pode surgir a oportunidade de empreendê-las. Ao se fazer o trabalho bem feito abre-se a porta para surpresas positivas.

— Para quem tem o 9 como energia dominante 2008 vai colocar em evidência sua própria energia dominante. Portanto mudança e pensamento independente são questões-chave neste ano poderoso. Mesmo começando devagar, este ano proporcionará aos eventos algumas reviravoltas surpreendentes e as pessoas devem estar abertas à essas mudanças inesperadas. Devem ir com o vento... e não esqueçam do propósito mais elevado.
Lília Palmeira - 2007©
TECHNU® - Todos os direitos reservados.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

O ANO DO EREMITA

O ano de 2007 está sob a égide do Atout IX – O Eremita.

Este Atout regerá a partir do dia 1° de Janeiro até o dia 31 de Dezembro de 2007, contudo sua influência será manifestada mais intensamente a partir do Equinócio de Outono, 21 de Março.

TENDÊNCIAS BÁSICAS

Os aspectos conferidos pelo Eremita são muito intensos e profundos.

Este ano haverá uma necessidade interior de reintegração e harmonização com seu próprio Self, satisfazendo conscientemente e intuitivamente necessidades que transcendem parâmetros humanos ainda que algumas delas não sejam compreendidas em sua totalidade. Estas ‘necessidades’ estarão alinhadas com as principais metas a serem realizadas e que estejam de acordo com a Natureza Quintessêncial do homem.

A realização pessoal chegou ao seu ponto culminante em 2007, pois esta reside nas consecuções experimentadas desde 08 anos atrás, completando assim um ciclo de 09 anos correspondentes.

O ano do Eremita será estabelecido no contexto individual, por um forte impulso de auto-analise a fim de entender processos de transformação que ocorrem constantemente na vida de alguém.

No plano coletivo denota interação com indivíduos que percorrem caminhos de auto-descoberta e uma constante troca de informações e experiências que montam uma vasta rede natural de sensações entre as pessoas.

Caso não sejam trabalhados tais aspectos, inevitavelmente existirá forte sensação de desânimo e negligência com sua postura frente a vida diária.

PALAVRAS CHAVE

Aspecto favorável: Proteção, reflexão, aprendizado, sabedoria, introspecção, vontade, maturidade, prudência e ativação.

Aspecto desfavorável: Lerdeza, apatia, retrocesso, corrupção, medo de exposição, timidez em excesso, teimosia, imaturidade e rigidez.

INFLUÊNCIAS

Trabalho e Finanças

Um ano muito voltado para aposentadoria, porque o Eremita interage com questões que tratam de perenidade e segurança. Processos legais que não foram homologados e que vem sendo tratado com indolência e lentidão haverão de ser concluídos ainda este ano, caso tenham uma genuína base para alavancar àqueles que serão beneficiados com o desfecho.

Heranças são instrumentos do Atout, e assim será um excelente ano para aquisição destas, ainda que possa haver algum atraso com inventários, contudo não tão demorado como normalmente ocorre.

Não é um bom ano para vendas ou empréstimos, a influência do Atout é de estabilidade, mesmo que Mercúrio trabalhe com desenvoltura no plano da comunicação e divulgação de uma idéia ou produto, sua base é concreta e racional, ou seja, sua autonomia se estabelece em transações seguras que estejam isentas de qualquer instabilidade ou dependência.

Política e Economia

No ano da Liberação, regido pelo arithmo 09, existe uma forte tendência a tudo que for ilícito vir à tona. Corrupção é o oposto da ética do Eremita, pois está ligado a franqueza e honestidade.

A reformulação de algumas leis é necessária para 2007, estas devem trazer estabilidade e credibilidade para a nação ou mesmo para o estado se for regional a fim de dar equilíbrio e satisfação ao que compete cada setor prestado pelos três poderes.

Na economia existe uma interessante valorização do Real frente a outras moedas, principalmente ao Dólar, não só pela interação deste elemento com determinados metais, na antiguidade o mercúrio era o mediador entre o ouro e a prata, por isto sua facilidade em equilibrá-los, mas também pela solidez do mote, dado a moeda.

Contudo, o Atout contribui para uma flexibilidade sobre o que é considerada rígida, como a carga tributária, e assim encorajar um maior número de investimentos tanto no produto interno como externo, valorizando os serviços públicos e privados do país.

A política como um todo deve estar em constante transformação no ano do Eremita, isto remete a uma influência interessante de Escorpião, já que Mercúrio está exaltado neste signo, este ajuda na recuperação dos valores mais profundos, regatando-os como processo de motivação e interação ao dever e a responsabilidade para com a sociedade.

Relacionamento

Neste ano há uma necessidade profunda de auto-avaliar-se e procurar pelo seu mais intimo Eu, portanto a prioridade que o Eremita estabelece é a integridade e honestidade para consigo mesmo.

Contudo se houver um relacionamento neste ano, impreterivelmente que tenha base e estrutura genuínas além de existir uma constante troca entre o casal respeitando a individualidade um do outro.

Não é o momento para sociedades, ainda que parcerias sejam beneficiadas se houver clareza e objetividade.

O processo que o Eremita desenvolve para este ano na área afetiva ou matrimônio é a total honestidade na procura do seu maior parceiro, o seu Eu.

Saúde

Será um ano que se deve buscar o equilíbrio emocional e psíquico a fim de adquirir bons resultados na vitalidade do corpo físico e seus órgãos como um todo. O aspecto desequilibrado disto leva a fadiga, problemas musculares e ósseos. Uma enorme carga de problemas no campo emocional vai gerar doenças psicossomáticas que se não forem tratadas adequadamente através de terapias energéticas e mesmo por bons profissionais na área médica, podem gerar graves distúrbios orgânicos.

Uma boa caminhada, respiração correta, alimentação balanceada e um pouco de relaxamento, mesmo que por apenas 15 minutos todos os dias, podem ajudar bastante a revitalizar qualquer tipo de dificuldade que possa surgir no decorrer do processo, pois o Eremita pede estabilidade e respeito à vida.

Que este ano seja repleto de satisfação a todos que tiverem o Eremita como um excelente parâmetro para a busca pelo autoconhecimento.

Nota:

Observando através de um dos sistemas de Arithmologia, chamado Gematria, o valor numérico do Real é 231. 200 é equivalente a Resh, a consciência, no alfabeto aramaico é atribuída ao Sol, 30 que é Lamed é a própria expansão ou ação da Lei com a Justiça [Libra], e o 1 que tipifica o Yod [Virgem], a semente de tudo, o processo de ativação.

Cláudio Carvalho – 2006©

TECHNU® – Todos os direitos reservados.

2007 – O AJUSTE DE CONTAS

Na contagem cíclica de nove anos chegamos, mais uma vez no final do ciclo...

É tempo de ver o que foi feito, o que deixamos de fazer.

2007// 9 – um ano final de um ciclo de nove anos de Gaia, um ser vivo como nós. Esse ano deve resultar no apuro e na qualificação do desempenho baseados nas metas estabelecidas no primeiro ano deste ciclo (1999). É hora de reflexão e reavaliação. Finalizar é a chave. Será preciso selecionar as prioridades e permitir que as mudanças aconteçam.

O Ano Nove é o ano do fechamento, da liberação. Quando temos que reavaliar nosso percurso e reconhecer que existem coisas, pessoas, idéias e comportamentos que não são mais compatíveis porque a energia mudou, a vida andou e não somos mais aquelas pessoas de nove anos atrás. Essa reavaliação é importantíssima para evitar a estagnação em que alguns caem sem saber o motivo.

Para se ter idéia, a energia do arithmo nove é poderosa porque demonstra a transitoriedade das coisas, mesmo para quem nada sabe de previsões e oráculos ou caminhos evolutivos e espirituais. É um período de purificação onde ocorrem mudanças que, para quem não está preparado, assustam. Pessoas saem de nossas vidas sem explicação aparente, alguns dão guinadas profissionais radicais, divórcios acontecem aos montes, só para citar alguns exemplos. Nossas próprias atitudes mudam drasticamente. Os términos que ocorrem são apenas para alicerçar o próximo começo dando melhores perspectivas para o novo ciclo que virá.

Em contrapartida algumas velhas amizades se renovam, relacionamentos se fortalecem, e recompensas por ações passadas podem surgir.

Por ser um momento de transição devemos terminar o que estava inacabado. Se há certa desilusão e certo desapontamento, devemos nos concentrar em ser pacientes e aceitar o que vemos como inevitável, pois as mudanças são necessárias. Planeje, mas não instigue, não force os acontecimentos, apenas deixem que aconteçam.

Um ano Nove por ser um período de “fechamento de contas” exacerba as características energéticas do próprio Arithmo dominante, ou arithmo do Caminho de Vida, das pessoas, lugares ou eventos.

Tomemos como exemplo o nosso país:

O BRASIL tem como Arithmo do Caminho de Vida o 29/11/2.

O primeiro dois demonstra a tendência à solidariedade, cooperação e amálgama de sua população. O nove demonstra uma tendência à integralidade e, portanto a espiritualidade do povo. O arithmo onze demonstra a tendência à liderança, inspiração e serviço a Humanidade, ao mesmo tempo em que acentua o poder da sua redução – dois – o maior problema. O arithmo dois, mal direcionado, cai em seus atributos negativos, tornando o Brasil manhoso, descuidado, pusilânime, medroso, indiferente, insensível, indulgente, descortês, etc.

Como andam os brasileiros de um modo geral.

Agora essas questões virão à tona.

Ou o brasileiro acorda e trabalha seu Arithmo 11, fazendo as modificações que precisa, repensando seus erros e acertos, corrigindo sua maneira de agir e ser, ou tudo vai acabar em uma grande depressão.

O brasileiro deve se conscientizar de sua Nação e ser BRASILEIRO antes de querer ser qualquer outra coisa, desenvolver sua INDIVIDUAÇÃO.

Não é fácil – mas é necessário se individualizar.

Ser não dividido é ser íntegro.

Se Autoconhecer.

Ser Humano.


Lília Palmeira, 2006,2007©.

TECHNU® – Todos os direitos reservados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Direitos de Autoria

Os textos deste blog têm autoria.

Caso queira fazer uso, por favor, cite a fonte.

Obrigado!

Quem sou

Minha foto

Descobri cedo o caminho do autoconhecimento e a partir da adolescência direcionei o foco dos meus estudos para essa autodescoberta. Dissequei a mim mesma em busca de respostas estudando diversas matérias, que entendi serem totalmente interligadas.
Com a Arithmologia venho me aprofundando em técnicas de respiração, meditação, cromoterapia, cinesiologia, e tecnologia espiritual. Desenvolvi a Arithmognose Terapêutica: o cuidado consigo e com os outros, através do conhecimento e essência dos Arithmos (números) pessoais.
Graduada em Direito, mas trabalhando com Consultoria, Coaching e Aconselhamento Metafísico a distância, tenho como objetivo esclarecer e motivar o cliente/coachee para que este possa perceber e/ou experimentar uma conscientização das potencialidades inerentes em si que repercutem diretamente em suas ações.

Google+ Followers