terça-feira, 19 de junho de 2018

I Ching – Hexagrama 59: Huan – Dispersão (Dissolução)

Arte de Adele Aldridge

Este poderoso hexagrama indica uma dispersão de pessoas e idéias. Da mesma forma que o vento desliza por uma superfície aquosa, enviando milhares de ondulações em seu caminho, esse hexagrama significa um tempo de muitas pequenas mudanças. Parcerias antigas se dissolvem, amigos se mudam ou o dinheiro parece ficar longe de você por um tempo.
Não fique preocupado.
O sábio sabe que um período de dispersão inevitavelmente dá origem ao retorno de outro ciclo de crescimento positivo.
Este hexagrama também pode referenciar amigos ou familiares que se afastam.
Dissolva tudo o que há de ruim na sua vida e os caminhos se abrirão.

**************************************
A DISPERSÃO
O vento soprando sobre a água vem a dispersá-la e dissolvê-la em espuma e vapor. Isso sugere que a energia vital de um homem, quando está acumulada em seu interior (o que é indicado como sendo perigoso pelo atributo do trigrama inferior), poderá ser libertada pela suavidade que dissolve o bloqueio.

JULGAMENTO

DISPERSÃO. Sucesso.
O rei aproxima-se de seu templo.
É favorável atravessar a grande água.
A perseverança é favorável.

O texto desse hexagrama assemelha-se ao do hexagrama Ts’ui, REUNIÃO (45). Lá trata-se da reunião dos elementos que se separaram, assim como a água se reúne sobre a terra, formando lagos. Aqui o tema é a dispersão e a dissolução do egoísmo que a tudo separa. O hexagrama DISPERSÃO mostra o caminho que, por assim dizer, conduz à reunião. Isso explica a semelhança dos dois textos.
Para superar o egoísmo que separa os homens é preciso recorrer a forças religiosas. O meio empregado pelos grandes governantes para unir os homens era a celebração comunitária das grandes festas de sacrifícios e ritos sagrados, que expressavam tanto a articulação social como a ligação existente entre a família e o estado. A música sacra e o esplendor das cerimônias envolviam as pessoas numa intensa emoção conjunta, depertando-lhes a consciência para a origem comum de todos os seres. Assim, a desunião era superada e a intransigência, dissolvida. Outro recurso consiste em promover a cooperação entre as pessoas num grande empreendimento comunitário que funcione como um objetivo superior aos interesses individuais. A concentração conjunta nessa finalidade comum dissolve todas as barreiras que provocam isolamento, assim como num barco, atravessando uma correnteza, todos a bordo precisam se unir, trabalhando coordenadamente. Porém, só um homem livre de todo e qualquer interesse pessoal, que seja constante em seu senso de justiça e firme em suas atitudes, será capaz de dissolver a rigidez do egoísmo.

IMAGEM

O vento sopra sobre as águas: a imagem da DISPERSÃO.
Assim, os reis da antigüidade ofereciam sacrifícios
ao Senhor, e construíam templos.

No outono e no inverno as águas começam a se congelar. Quando sopram as suaves brisas da primavera, a rigidez se dissolve e tudo o que se dispersara em blocos de gelo volta a se unir. O mesmo ocorre com as mentes das pessoas. A rigidez e o egoísmo endurecem o coração e essa rigidez leva o homem a se separar dos outros. O egoísmo e a cobiça isolam o homem. Por isso é necessário que uma emoção de devoção se apodere do coração dos homens. Eles precisam ser sacudidos por uma comoção religiosa diante da revelação da Eternidade, experimentando o tremor provocado pela intuição do Criador de todos os seres, e unindo-se através do poderoso sentimento de fraternidade experimentado durante o ritual de adoração da divindade.

LINHAS

Seis na primeira posição significa:
Ele traz ajuda com a força de um cavalo.

É importante que a desunião seja vencida logo ao início, antes mesmo que se instale; que as nuvens sejam dissipadas antes de se transformarem em tempestade e chuva.
Em tais épocas, quando estados de ânimo divergentes que permaneciam velados vêm a se manifestar provocando incompreensões mútuas, é necessário uma ação rápida e vigorosa para dissolver esses desentendimentos e desconfianças recíprocos.

Nove na segunda posição significa:
Durante a dispersão ele corre em direção ao que lhe dá apoio.
O arrependimento desaparece.

Quando um indivíduo descobre em si os primeiros sinais de alienação dos outros, de misantropia e mau humor, deve procurar dissolver esses obstáculos. Deve, o mais rápido possível, se pôr em marcha interiormente, rumo ao que lhe dá apoio. Tal apoio nunca é encontrado no ódio, mas sempre e somente num julgamento moderado e justo dos homens, aliado à benevolência. Quando se recupera essa visão desobstruída da humanidade, dissolvendo-se todo o mau humor irascível, desaparecem todos os motivos para arrependimento.

Seis na terceira posição significa:
Ele dissolve seu ego.
Nenhum arrependimento.

Em certas circunstâncias o trabalho de um homem pode se tornar tão árduo que não lhe permite mais pensar em si mesmo. Ele precisa deixar de lado qualquer desejo pessoal e dissolver tudo o que o ego reuniu em torno de si como barreira contra os outros. Somente com base em uma grande renúncia é possível reunir a força necessária para realizações importantes. Essa atitude é alcançada apenas quando o homem tem como meta uma tarefa elevada, que transcenda seus interesses próprios.

Seis na quarta posição significa:
Ele se separa de seu grupo.
Sublime boa fortuna!
Através da dispersão chega-se à acumulação.
Os homens comuns não pensam nisso.

Quando se trabalha numa tarefa que visa ao bem comum, deve-se pôr de lado todas as amizades pessoais. Só colocando-se acima dos interesses partidários se pode realizar uma obra decisiva. Aquele que tem a coragem de renunciar ao que lhe está próximo, conquista o que está distante. Mas para poder entender esse ponto de vista é preciso ter uma visão ampla das inter-relações da vida, a que só homens excepcionais conseguem.

Nove na quinta posição significa:
Seus fortes gritos dissolvem como o suor.
Dispersão! Um rei permanece sem culpa.

Em épocas de dispersão e separação geral, uma grande idéia funciona como um núcleo em torno do qual se organiza a recuperação. A transpiração liberadora é sinal de que a fase crítica de uma doença está sendo deixada para trás; assim também uma grande e estimulante idéia pode ser a salvação em épocas de impasse. Os homens têm então um ponto de convergência em torno do qual podem se reunir: um governante capaz de dissolver os equívocos.

Nove na sexta posição significa:
Ele dissolve seu sangue.
Partir, manter-se afastado, sair não envolve culpa.

A dissolução do sangue significa a dispersão do que poderia gerar derramamento de sangue e ferimentos; o mesmo, portanto, que evitar o perigo. Mas a idéia expressa aqui não indica apenas que um homem evite o perigo, e sim que ele procure salvar os seus, ajudando-os a partir antes que o perigo surja, ou mantendo-os afastados de um perigo já existente, ou ainda auxiliando-os a encontrar uma saída para um perigo que já os ameaça. Desse modo ele faz o que é correto.

Fonte: Richard Wilhelm – I Ching

Bem vindo. Seja um assinante e receba as novidades em primeiro lugar.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esse blog é ligado a

Quem sou

Minha foto

Descobri cedo o caminho do autoconhecimento e a partir da adolescência direcionei o foco dos meus estudos para essa autodescoberta. Dissequei a mim mesma em busca de respostas estudando diversas matérias, que entendi serem totalmente interligadas.
Com a Arithmologia venho me aprofundando em técnicas de respiração, meditação, cromoterapia, cinesiologia, e tecnologia espiritual. Desenvolvi a Arithmognose Terapêutica: o cuidado consigo e com os outros, através do conhecimento e essência dos Arithmos (números) pessoais.
Graduada em Direito, mas trabalhando com Consultoria, Coaching e Aconselhamento Metafísico a distância, tenho como objetivo esclarecer e motivar o cliente/coachee para que este possa perceber e/ou experimentar uma conscientização das potencialidades inerentes em si que repercutem diretamente em suas ações.

Google+ Followers

Direitos de Autoria

Os textos deste blog têm autoria.

Caso queira fazer uso, por favor, cite a fonte.

Obrigado!