quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

OS NÚMEROS DE 2018 – ENTENDENDO AS SOMBRAS



O arithmo 2 é o regente do ano. Em seu aspecto positivo (ou Luz) ele proporciona um sentido claro dos limites e fronteiras pessoais; o correto e equilibrado sustento de si mesmo e de outros. Domínio da situação, trocas emocionais, paz interior. Transformações. Porém, em seu aspecto negativo (sombra) provoca: Resistência e reação ao mundo, início de relação excessivamente subserviente com posterior afastamento e revolta com a situação. Conflitos.

O simbolismo do 2 representa a habilidade de usar a diplomacia para unir pessoas, ideias e ambientes aparentemente divergentes, mas o lado sombra faz surgir uma tendência a indecisão, a dualidade e a dúvida (nomeadamente a incapacidade para tomar decisões ou fazer escolhas). Um excesso de ‘delicadeza emocional’ torna as pessoas muito suscetíveis a serem magoadas e pode trazer dificuldades de brigar por si mesmo quando isto significa entrar em confronto.
                                                
A partir daí vamos ver os outros arithmos envolvidos.



No triângulo que trata dos aspectos positivos vemos essas qualidades inerentes aos arithmos.




2: Diplomacia, união, parceria, calma, tranquilidade, sensibilidade e sutileza. Colaboração, atenção, modéstia, paciência, solidariedade, compassividade, adaptação.
1 (o arithmo da independência e da autoconfiança): Individualidade, liderança, criatividade, positividade.
9: Compaixão, empatia, arte, fé, generosidade, compatibilidade, bravura, ternura, voluntariedade, tolerância.
3 (o arithmo da expressão e da comunicação): Otimismo, imaginação, talentos, sociabilidade, diversão equilibrada, bom gosto, felicidade, comunicação, jovialidade, cordialidade.
1: Energia ativa, ambição equilibrada, persistência, autoconfiança, audácia.
4 (o arithmo da fundação): Praticidade, disciplina, lealdade, organização, ordem, factualidade, franqueza, construtividade, cautela.



Já no triângulo que trata dos aspectos negativos são as sombras de cada arithmo que prevalecem.




2: dependência, manipulação, passividade e agressividade. Insensibilidade, pusilanimidade, descortesia, descuido, crítica destrutiva, timidez, medo, desinteresse, indiferença.
1: Egocentrismo, autoritarismo, imitação, repressão, dependência, preguiça, passividade, receio, fraqueza.
7 (o arithmo da análise mental e da lógica): desligamento, causticidade, cinismo, grosseria, falta de tato, crítica, superficialidade, desânimo, melancolia.
1: Egoísmo, agressividade, ansiedade e frieza nos sentimentos.
6: Sufocamento, preocupação excessiva, intolerância, despreocupação, falsidade, perfeccionismo, descontentamento.
5: Irresponsabilidade, impetuosidade, esquecimento, falta de objetivo, excesso de indulgencia, monotonia.

O número 4 no topo superior implica esforço determinado e trabalho gradual, seguro e prático que resulta em segurança material. Para aproveitar ao máximo essa energia as pessoas devem ser realistas, siste­máticas e conscienciosas. Planejar e ter um propósito concreto. 
Com a energia do 4 a vida oferecer realizações significativas, desde que não haja "viagens" expansionistas. 

O número 5 pode ter uma energia complicada por tratar, principalmente, da liberdade, da indocilidade e da sexualidade. E quando no polo negativo esses temas são espinhentos.


Como desafio essa energia pode resultar em medo de arriscar ou em ânsia de viver tudo ao mesmo tempo. Relacionamentos rompidos, parcerias que não duram, ou relações sociais que mais parecem contatos comerciais são denominadores comuns. O estilo de vida que pode mudar de forma incessante por conta de uma insatisfação não definida. Dinheiro que entra e/ou sai inesperadamente. Dificuldade em equilibrar o emocional e o mental gerando distúrbios físicos.


Para neutralizar a negatividade que surge, não basta pensar positivo, tem que aprender a direcionar a energia para o positivo que cada situação tem.


O Ano Universal mostra 
o tema geral do ano que afeta a todos.
É importante saber aproveitar os desafios 
e as oportunidades 
que estarão em destaque nesse período.

Bem vindo. Seja um assinante e receba as novidades em primeiro lugar.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esse blog é ligado a

Quem sou

Minha foto

Descobri cedo o caminho do autoconhecimento e a partir da adolescência direcionei o foco dos meus estudos para essa autodescoberta. Dissequei a mim mesma em busca de respostas estudando diversas matérias, que entendi serem totalmente interligadas.
Com a Arithmologia venho me aprofundando em técnicas de respiração, meditação, cromoterapia, cinesiologia, e tecnologia espiritual. Desenvolvi a Arithmognose Terapêutica: o cuidado consigo e com os outros, através do conhecimento e essência dos Arithmos (números) pessoais.
Graduada em Direito, mas trabalhando com Consultoria, Coaching e Aconselhamento Metafísico a distância, tenho como objetivo esclarecer e motivar o cliente/coachee para que este possa perceber e/ou experimentar uma conscientização das potencialidades inerentes em si que repercutem diretamente em suas ações.

Google+ Followers

Direitos de Autoria

Os textos deste blog têm autoria.

Caso queira fazer uso, por favor, cite a fonte.

Obrigado!